Ovo: a estrela da refeição mais importante do dia em muitos países e possivelmente o alimento mais importante do mundo de acordo com milhões de cozinheiros e chefs. Mas olhe para dentro de si mesmo e pergunte: você realmente explorou todas as variedades de ovos que este vasto mundo tem para oferecer? Nós duvidamos. Trouxemos um trecho do livro de receitas, All About Eggs (Tudo sobre Ovos, tradução livre), para inspirar vocês e levar a “exploração ovariana” para outro nível.

Fada

Este é um ovo de galinha sem gema, geralmente colocado por um animal ainda jovem que ainda não tem o sistema reprodutor totalmente desenvolvido. Normalmente é bem pequeno, tem uma casca áspera e também pode ser chamado de ovo de bruxa ou ovo de vento. Na verdade, esses tipos de ovos assustavam as pessoas na antiguidade, que os chamavam “ovos de galo” e acreditavam que eles iriam eclodir monstros de olhos brilhantes chamados basiliscos (especialmente se fossem encubados sob um sapo).

Codorna

Com aproximadamente uma polegada de comprimento e cerca de um quinto do tamanho de um ovo de galinha grande, o ovo de codorna é o menor ovo comercialmente disponível. Eles levam apenas três minutos para cozinhar e dois minutos se você quiser a gema mole. Proporcionalmente, ovos de codorna são mais nutritivos do que ovos de galinha, com mais vitaminas B, ferro e zinco. Na China, têm uso medicinal e nas Filipinas são fritos e vendidos nas ruas como snack chamado Kwek Kwek.

Galinha

Ovos de galinha vêm em uma variedade de tamanhos, dependendo de muitos fatores, incluindo a raça e idade do animal. Veja como os ovos são classificados comercialmente: peewee (35g), pequeno (45g), médio (mais de 50g), grande (de 55g a 59g), extra grande (até 65g) e jumbo (acima de 66g).

Faisão

Ovos de faisão são em média menores do que os ovos de galinha e maiores do que ovos de codorna. O interior da casca tem uma bela coloração azulada e ele contém mais gema do que um ovo de galinha (quase o dobro), fazendo com que seja mais amarelo. Estes ovos serviam de alimento para os antigos povos gregos e romanos.

Pato

Ovos de pato têm gema rica, espessa e com três vezes mais colesterol do que ovos de galinha. As claras também contêm mais proteína, o que significa que eles podem alcançar consistência mais fofa em merengue e bolos. As pessoas com alergia ao ovo de galinha podem às vezes comer ovos de pato sem problemas. Eles são especialmente populares na Ásia, onde são salgados e preservados.

Peru

Aproximadamente 50% maiores do que ovos de galinha, os ovos de peru contêm quatro vezes a quantidade de colesterol. Séculos atrás, esses ovos sardentos costumavam ser consumidos com mais frequencia: os nativos americanos reuniram ovos de perus selvagens que atacavam humanos, enquanto os europeus os levaram para o continente deles no século XVI até que um escritor de livros de culinária inglês do século XVII os chamou de “muito saudável para comer”. O famoso restaurante Delmonico’s servia omeletes de ovos de peru no século XIX. Eles têm diminuído em popularidade, provavelmente por causa de seu custo em comparação com ovos de galinha: perus colocam cerca de cem ovos por ano — muito menos do que a média de trezentos das galinhas — e geralmente são vendidos por 2 ou 3 dólares (7 a 11 reais) cada unidade.

Ganso

Ovos de ganso são maiores do que ovos de pato e quase três vezes o tamanho de ovos de galinha tipo jumbo. Como ovos de pato, eles têm gemas grandes de cor laranja e são valorizados por sua riqueza. Sejam de ouro ou normais, ovos de ganso não são super-disponíveis — provavelmente porque os gansos põem apenas cerca de quarenta ovos por ano, principalmente na primavera.

Emu

Emus, nativo da Austrália, é o segundo maior pássaro vivo — atrás apenas dos avestruzes — e seus ovos verde-esmeralda pesam quase um quilo. Cada unidade equivale a aproximadamente uma dúzia de ovos de galinha tipo jumbo. Mas eles são mais leves do que ovos de galinha e têm a mesma quantidade de clara e de gema.

Avestruz

Os avestruzes são os maiores pássaros na terra, o que significa que eles colocam os maiores ovos. Um ovo de avestruz é equivalente a duas dúzias de ovos de galinha jumbo. As cascas são cinco a dez vezes mais espessas do que um ovo de galinha, para que não quebrem quando estão sendo chocadas (à noite por seus pais de 300 quilos, e durante o dia por suas mães). Para abrir um ovo de avestruz, uma serra ou uma broca podem ajudar.

Airo

Airo ou arau-comum é uma ave marinha encontrada no Círculo Polar Ártico e oceanos Pacífico Norte e Atlântico. Seus ovos são turquesa e têm formato de cone. Os pássaros passam a maior parte de suas vidas no mar, apenas chegando à praia para pôr seus ovos na primavera, quando os islandeses escalam os penhascos para colhê-los (de acordo com uma colhedora de ovo de airo, eles não têm gosto de frutos do mar, mas têm textura diferente de ovos de galinha). Estes ovos são colocados diretamente sobre as bordas de pedra, em grandes colônias sem ninhos. Assim o ovo de cada fêmea tem marcas distintas. Além disso, seu formato impede que rolem fora das falésias, mas sim em círculo em torno no próprio eixo.

Tinamiformes

As aves de aparência galináceas encontrados no México, América do Sul e América Central, põem ovos que são brilhantemente coloridos, lustrosos e cintilantes. Não temos certeza por que eles são tão bonitos, mas alguns dizem que é para chamar a atenção das tinamiformes fêmeas para que choquem os ovos.

Gaivota

Historicamente consumido na Inglaterra (e agora em restaurantes), os ovos da gaivota de cabeça negra têm manchas na casca e gema muito laranja e cremosa. Os ovos têm uma estação muito curta — cerca de três a quatro semanas na primavera — e são colhidos à mão a partir de ninhos em pântanos e zonas úmidas. A colheita de ovos é altamente regulada e os colhedores são autorizados a pegar apenas um ovo de cada ninho de gaivota.

Tags: